Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Link Facebook
Link Twitter
Youtube

Goiânia recebe pesquisa sobre desenvolvimento sustentável em setembro

- Data da notícia: 28/08/2017

- Veículo/Fonte: A REDAÇÃO

- Link direto da notícia: http://aredacao.com.br/negocios/91327/goiania-recebe-pesquisa-sobre-desenvolvimento-sustentavel-em-setembro

Goiânia recebe pesquisa sobre desenvolvimento sustentável em setembro
 
Goiânia - A capital goiana recebe, em setembro, uma pesquisa de opinião pública para entender como os moradores percebem o avanço, ou não, do desenvolvimento sustentável da cidade e quais os temas que consideram mais importantes para o futuro de onde moram. O levantamento será realizado pela Rede de Monitoramento Cidadão (RMC).
 
A pesquisa será executada pela Baobá - Práticas Sustentáveis, agência executora do Projeto Redes de Monitoramento Cidadão. As entrevistas serão realizadas por estudantes da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Universidade Federal de Goiás (UFG), Centro Universitário Alves Faria e Instituto Federal de Goiás, integrantes da Rede de Monitoramento Cidadão de Goiânia, sob coordenação de um grupo de professores.
 
A ferramenta possibilita levantar a opinião dos cidadãos sobre mais de 20 temas relacionados ao desenvolvimento sustentável da cidade e da qualidade de vida de seus moradores. Além disso, ao final do questionário, o entrevistado ainda terá a oportunidade de enumerar os problemas que mais afetam a sua qualidade de vida, como serviços de água potável, serviço de coleta de resíduos, ruídos incômodos, emprego e qualidade de moradia. 
 
“É muito importante para a Rede de Monitoramento Cidadão saber o que as pessoas pensam, para que possa continuar trabalhando, de forma assertiva, pela melhoria da qualidade da vida urbana, apontando para o governo o que realmente é uma prioridade para os moradores da cidade”, ressalta o coordenador geral do Projeto Redes de Monitoramento Cidadão, Fernando Penedo.
 
A metodologia possui uma margem de erro pequena e determina que a pesquisa seja realizada nas diferentes regiões da cidade. “A espacialização da pesquisa possibilita conhecermos as necessidades não só da cidade como um todo, mas das suas diferentes localidades”, explica Penedo.
 
A RMC é uma organização independente e apartidária, criada com o objetivo de acompanhar, de forma técnica, o desempenho da cidade em questões que impactam sua sustentabilidade e a qualidade de vida de seus cidadãos.
 
Comparação internacional
A estruturação da Rede de Monitoramento Cidadão faz parte da quinta etapa do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis (CES), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), presente em mais de 70 cidades da América Latina e Caribe (ALC). No Brasil, conta com o apoio financeiro do Fundo Socioambiental da Caixa e tem a Baobá Prática Sustentáveis como agência executora do projeto nas cidades de Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Palmas (TO) e Vitória (ES).
 
Por utilizar uma metodologia aplicada internacionalmente, a Pesquisa de Opinião Pública, que será realizada anualmente em Goiânia, permitirá não só a comparação da evolução, ou não, da percepção dos moradores da cidade ao longo dos anos, como também a comparação de seus resultados com os de outras cidades brasileiras, da América Latina e do Caribe.
Listar Todas Voltar