Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Link Facebook
Link Twitter
Youtube
.

Reitoria Solidária arrecada materiais escolares, livros e brinquedos para ONG

Festa marcou a entrega de brinquedos, livros e material escolar doados por funcionários da UFG

Nesta quinta-feira (8/10) a tarde foi de festa na Reitoria da UFG. Uma confraternização marcou o encerramento do Projeto Reitoria Solidária, que arrecadou entre os dias dois de setembro e oito de outubro, mais de 350 doações de brinquedos, materiais escolares e livros, novos e usados, trazidos pelos funcionários do prédio. Representantes e crianças do Projeto Amar vieram à UFG para receber os itens, doados à instituição, que atende cerca de 350 crianças, de 0 a 17 anos.

Em nome da Reitoria, o vice-reitor da UFG, Manoel Chaves deu as boas-vindas aos visitantes e agradeceu ao trabalho de todos que se empenharam para que o projeto acontecesse. “Que ações como essa aconteçam mais vezes por aqui”, desejou. Manoel também destacou as parcerias com empresas que possibilitaram uma festa de integração entre as crianças do projeto e as “crianças grandes” que trabalham na UFG.

Teve sorvete, pipoca, algodão doce, refrigerante e salgadinho. As crianças que vieram à Universidade logo substituíram o olhar de curiosidade por sorrisos e acompanharam atentas a uma apresentação do Gwaya Contadores de Histórias, do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae). Sara, de 4 anos, era uma das mais empolgadas entre os colegas. Para ela as comemorações do Dia das Crianças começaram bem. “O que mais gostei foi dos presentes, mas também gosto de sorvete”, declarou.

A coordenadora de Relações Públicas da UFG, responsável pela equipe que idealizou o projeto, considera que a iniciativa foi um sucesso. “É muito importante despertar a solidariedade por meio de ações como esta. A união das pessoas do prédio também foi um dos nossos objetivos que se concretizou hoje,” afirmou.

Para Milena Ferreira, que trabalha na Pró-reitoria de Graduação da UFG (Prograd), a ação foi bastante positiva e deveria se repetir nos próximos anos. “Quando tem criança tudo é bom, tudo fica alegre”, comemorou. A representante do Projeto Amar Cecília Vieira se emocionou com a festa. Segundo ela o projeto sobrevive de ajuda e são ações como essa que possibilitam sua existência. “Vai ser maravilhoso termos todos esses brinquedos, materiais escolares... muita criança lá não tem nem lápis de cor,” observou.

                                                      Exibindo DSC_7571.JPG

 

 

Categorias : Notícias de capa

Listar Todas Voltar