Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Link Facebook
Link Twitter
Youtube
Seminário de Comunicação

Membros das áreas de comunicação da UFG participam de seminário

Encontro teve integrantes da Assessoria de Comunicação, Rádio Universitária e TV UFG

Texto: Angélica Queiroz
Fotos: Carlos Siqueira

Integração foi a palavra-chave da manhã desta quinta-feira (5/11) em encontro realizado na Rádio Universitária da UFG, onde profissionais da Assessoria de Comunicação (Ascom), TV UFG, Fundação Rádio e Televisão Educativa e Cultural (RTVE) e Rádio Universitária se reuniram para trocar experiências e discutir a construção de uma política de comunicação para a Universidade.

Representantes das áreas de comunicação da UFG fizeram uma apresentação na qual lembraram a história de cada um, além de detalhar os programas e produtos, rotinas de trabalho, estrutura e equipes. Todos os presentes, entre servidores técnico-administrativos, professores, terceirizados, bolsistas e estagiários se apresentaram e contribuíram com a discussão.

Em seguida, foi abordada a política de comunicação da UFG, que começou a ser pensada há cerca de um ano e está em fase de inicial. A Política de Comunicação Integrada do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), implantada em 2013, foi apresentada como exemplo e pode nortear as discussões na UFG. Nos dias 25 e 26 de novembro será realizado, no Câmpus Samambaia, o Seminário de Comunicação Pública e Cidadania, no qual a política de comunicação da UFG estará, novamente, no foco dos debates.

Opiniões

Segundo o diretor da TV UFG, Michael Valim, a comunicação tem papel crucial em todos os aspectos na universidade e é um grande desafio pensar na construção da política de comunicação. “Essa é uma era de mudança tecnológica profunda que tem impactado nossos processos de trabalho e abre uma série de possibilidades. Esse evento é o pontapé inicial que precisávamos para nos unirmos e nos fortalecermos”, pontuou.

A diretora da Rádio Universitária, Márcia Boaratti, acredita que, juntos, os órgãos de comunicação da UFG podem fazer um trabalho com muito mais qualidade. “O nosso trabalho deve estar alinhado e, assim, todos só têm a ganhar”. Na direção da Fundação RTVE, Juarez Patrício ressaltou que as equipes precisam ter criatividade para superar os obstáculos e lembrou a responsabilidade que é estar em uma instituição de ensino pública.

Para a jornalista da Ascom, Silvânia Lima, esse é um momento ímpar para a Universidade, sonhado por muitos, por muito tempo. “Sou de uma época em que a gente lutava pela importância da comunicação. Hoje esse lugar já foi conquistado. E não tem volta”, afirmou. Roberto Nunes, vice-diretor da Rádio Universitária também lembrou que o momento é de mudanças. “Não dá mais para fazer comunicação na UFG como fazíamos. O mundo mudou. E nós temos que abraçar essa causa e fazer a comunicação que esta universidade merece”, concluiu.

Seminário de Comunicação

Profissionais trocaram experiências e discutiram a construção de uma política de comunicação para a UFG

 

Política de Comunicação

A política de comunicação pode ser entendida como um conjunto de princípios, diretrizes e estratégias que têm o objetivo de orientar, de maneira uniforme, profissional e sistemática a comunicação de uma instituição com seus diversos públicos estratégicos. Essa é a definição do Instituto de Federal de Santa Catarina, pioneiro na elaboração do documento entre as instituições de ensino superior.

Na UFG, o processo de elaboração de uma política de comunicação está em estágio inicial. O grupo que iniciou as discussões pretende convidar representantes de outros órgãos e unidades acadêmicas para contribuir ao longo do processo, de forma que o trabalho transcorra coletivamente.

Fonte : Ascom UFG

Categorias : Notícias de capa

Listar Todas Voltar